10. Viver antes de morrer

   La Palisse: a frase que o homenageia foi distorcida para o denegrir. Eis a história deste ilustre marechal francês.

   Quinze minutos depois de morrer estava morto. Eis um exemplo comum de uma «verdade lapalissiana». São afirmações cuja evidência é tão óbvia que se tornam ridículas quando proferidas, um truísmo, uma tautologia. As verdades «lapalissianas» estão ligadas a um senhor de nome «La Palisse» ou La Palice. Mas quem foi este dito senhor?

Lapalisse   La Palisse é uma cidade no centro de França (na região de Auvergne-Rhône-Alpes) e onde nasceu e governou Jacques de la Palisse, Marechal no exército francês. O seu nome completo era Jacques II de Chabannes, Senhor de La Palisse, de Pacy, de Chauverothe, de Bort-le-Comte e de Héron, títulos que dão uma ideia sobre a importância de La Palisse na corte francesa.

   Em 1470, quando La Palisse nasceu, D. Afonso V tinha conquistado a cidade africana de Arzila; quando tinha 17 anos, Bartolomeu Dias dobrou o Cabo das Tormentas (passando então a ser designado Cabo da Boa Esperança); quando tinha 28 anos, Vasco da Gama chegou à Índia e tinha 30 anos quando Pedro Álvares Cabral chegou ao Brasil. La Palisse cresceu durante a expansão marítima portuguesa e morreu quando Portugal era uma das maiores potências europeias.

Estados Papais   Na altura, o Papa era o governante dos Estados Papais (criados em 756 e extintos em 1870 por Napoleão) incluíam terrenos que iam da costa ocidental (com a cidade de Roma, a capital) até à costa oriental. Na altura existiam vários estados independentes na península itálica, que constantemente se guerreavam. Os Estados Papais, por estranho que aos olhos modernos o conceito possa parecer, envolviam-se também nas lutas de poder e domínio militares.

   Em 1525, o Papa Clemente VII (de nome Giulio di Giuliano de Medici) entrou em conflito com o Imperador Carlos V (em 1526, Carlos V casou com a sua prima Isabel de Portugal, irmã de D. João III of Portugal. Do casamento viria a nascer D. Filipe II, que viria a tornar-se D. Filipe I de Portugal). Este era duplamente imperador do Sacro Império Romano Germânico (Império que durou do século X até ao início do século XIX e formado por vários reinos, cada um governado por um príncipe autónomo do Imperador) e também Rei de Espanha (e as terras do sul da Itália e ainda os Países Baixos), onde era conhecido como Carlos I.Carlos V A discórdia surgiu por causa das possessões que este tinha na península (que incluíam Nápoles e a Lombardia). Aliaram-se então os Estados Papais e a França de Francisco I. Contra essa aliança, combatiam a Espanha e o Sacro Império Romano Germânico (apesar de terem um imperador comum, Carlos V, este só governava sem limites a Espanha, pois tinha o seu poder limitado pelos príncipes germânicos). Pode-se, dessa forma, fazer a destrinça entre a Espanha de Carlos V e o Sacro Império Romano Germânico de Carlos V.)

Batalha de Pavia, 1525
Batalha de Pavia, 1525

   Como manobra militar, Francisco I (da França) dirigiu-se para a península itálica, com um exército de 25 mil homens, para a conquista dos territórios germânicos. Inicialmente, os franceses conquistaram a cidade de Milão e avançaram para Pavia, a 30 Km de distância a sul (ambas pertencentes ao Sacro Império Romano, i.e., os germânicos). Lá chegados , montaram cerco à cidade, protegida por 6 mil homens. Foi durante o cerco que chegaram os exércitos da Espanha e do Sacro Império, com um total de perto de 23 mil homens, que atacaram na noite de 23 de Fevereiro. Apesar de inicialmente vitoriosas, as forças francesas foram aniquiladas e o rei francês foi feito prisioneiro. Morreram 12 mil soldados franceses e apenas 500 soldados de Espanha e do Sacro Império.

Jacques II de La Palice
Jacques II de La Palice

   Uma das vítimas francesas da Batalha de Pavia foi o marechal La Palisse. O seu epitáfio incluía a frase «S’il n’était pas mort, il ferait encore envie» (Se ele não estivesse morto faria ainda inveja). Com o passar dos anos e séculos, essa frase foi erradamente transcrita e incorporada numa canção satírica como«S’il n’était pas mort, il serait encore en vie» (Se ele não estivesse morto estaria ainda vivo). Dois séculos depois, o poeta e ensaísta francês Bernard de la Monnoye (1641–1728) viria a incorporar essa frase distorcida na sua Canção de La Palisse. Foi dessa forma que a frase se celebrizou.

   O que foi criado para homenagear La Palisse agora ridiculariza-o.

 castelo_la_palisseCarlos V abdicou em 1556 e dividiu o seu Império por duas pessoas: as possessões espanholas ficaram para o seu filho, Filipe II (o famoso Filipe I de Portugal, fundador da dinastia filipina de 60 anos em Portugal) e o Sacro Império Romano Germânico para o seu outro filho, Fernando I.  O Castelo de La Palisse ainda existe e pode ser visitado.

11 pensamentos em “10. Viver antes de morrer

  1. Attractive section of content. I just stumbled upon your web site and in accession capital to assert that I get in fact
    enjoyed account your blog posts. Any way I will be subscribing to your feeds and even I achievement you access
    consistently rapidly.

  2. My developer is trying to convince me to move to .net from PHP.

    I have always disliked the idea because of the costs.
    But he’s tryiong none the less. I’ve been using WordPress on several websites
    for about a year and am worried about switching to another platform.
    I have heard excellent things about blogengine.net. Is there a way
    I can import all my wordpress content into it?
    Any help would be greatly appreciated!

  3. Thanks for the tips on credit repair on all of this blog. What I would advice people is to give up the mentality that they can buy now and pay later. As a society we tend to do this for many things. This includes vacations, furniture, and items we want. However, you need to separate your wants from all the needs. While you are working to improve your credit score you have to make some sacrifices. For example you can shop online to save money or you can go to second hand stores instead of expensive department stores for clothing.

  4. Thanks for your whole work on this website. My niece takes pleasure in working on research and it is simple to grasp why. We all notice all relating to the powerful ways you render vital tips and tricks via your website and therefore welcome response from website visitors on this topic while our own simple princess is without question understanding so much. Take pleasure in the rest of the year. Your performing a very good job.

Responder a cialis pills Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *