16. Legume de Ouro

  O que são os legumes e como um deles, a alfarroba, está ligada aos quilates de ouro.
   Há um vegetal abundante nos países mediterrânicos (e de que Portugal é, há muito, o 3.º maior produtor mundial: a Alfarroba (Ceratonia siliqua), usada como medida para o ouro em tempos antigos e presente ainda hoje na linguagem)!
   De  acordo com a FAO, das alfarrobas produzidas por ano, os maiores produtores são Espanha (40 mil), Itália (30 mil e 841) e Portugal (23 mil).
Alfarroba
   Não é o vegetal que mais profundamente está ligado a Portugal (essa glória pertence à laranja, como visto no artigo Portugal cor de laranja, que leva o nome nacional a uma variedade de línguas internacionais). Mas é um legume a que geralmente não se associa essa designação. Os legumes são os frutos de plantas com vagens (a família Fabaceae). Assim, as favas (de onde vem o nome da família) são legumes mas as batatas não; as ervilhas são legumes mas as cenouras não; o feijão é um legume mas o tomate não; o amendoim (!) é um legume mas a couve não.
   A Alfarroba, usada como substituto de chocolate devido à cor negra dos seus grãos amadurecidos, é outro membro da ilustre família dos Legumes (é a terceira família mais moedaextensa em número de espécies de plantas terrestres). A ligação deste humilde legume ao ouro começou com a ideia (errada mas é assim que crescem as línguas humanas e as suas culturas) de que as sementes de Alfarroba tinham sempre o mesmo peso (aproximadamente 0,2 gramas). Como tal, eram usadas como medidas de peso «confiáveis» para pesar o ouro (o célebre episódio de Arquimedes e a Coroa do Rei Minos, faz recordar a importância da correta pesagem do ouro). As moedas romanas Solidus, feitas de ouro puro, pesavam «exatamente» 24 sementes de Alfarroba (ou 4,5 gramas).
   Um solidus (Latim para “sólido”; Grego: νόμισμα, “nómisma”, literalmente “dinheiro”, ou bezante (que são os pontos brancos na bandeira de Portugal a que geralmente se chama “chagas de Cristo”) correspondia a uns impressionantes 275 mil denários, para quem recorda das aventuras de Astérix.
 

Como é usual na evolução das línguas, o termo grego para «feijão/alfarroba» era keration – κεράτιον (da palavra κέρας – kéras «corno», devido à forma das vagens da maioria dos legumes). Esta palavra grega ter-se-á tornado em «qirât» em árabe, o que deu origem à palavra portuguesa quilate, termo ainda usado para classificar a qualidade do ouro: alguma liga metálica em que 100% do metal é ouro tem «24 quilates» (ou 24 sementes de Diamantealfarrobas…) No ouro, um quilate é uma indicação da percentagem de ouro numa liga metálica. Em pedras preciosas, como o diamante, um quilate representa uma massa igual a duzentos miligramas. Esta unidade de massa foi adotada em 1907 na Quarta Conferência Geral de Pesos e Medidas.

   Em termos nutricionais, 100 gramas de alfarrobas têm 231 calorias, bem acima de 100 gramas de bolachas Maria, como visto no artigo Maria: bolacha Real    tabela_alfarroba

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *